Inicio » Noticias, Portugês

UnoAmérica denuncia golpe na Nicarágua

20 October 2009

Versión en español

Evo Morales, Manuel Zelaya, Daniel Ortega, Hugo Chávez y Rafael Correa

Evo Morales, Manuel Zelaya, Daniel Ortega, Hugo Chávez y Rafael Correa

Bogotá, 20 de outubro – A União de Organizações Democráticas da América, UnoAmérica, denuncia ante a opinião pública internacional que está se desenvolvendo um golpe à Constituição da Nicarágua, idêntico ao que Zelaya tentou em Honduras.


A Sala Constitucional da Corte Suprema de Justiça (CSJ), controlada pelos sandinistas, decidiu declarar inaplicável o Artigo 147 da Carta Magna que proíbe a reeleição presidencial, o qual permitiria a Daniel Ortega perpetuar-se no poder.


Trata-se de uma variante do mesmo procedimento usado por Hugo Chávez, Evo Morales e Rafael Correa, para controlar os poderes públicos e estabelecer ditaduras vitalícias.


A iniciativa da Sala Constitucional, promovida por Daniel Ortega, constitui uma irresponsabilidade e uma provocação, sobretudo considerando a crise que vive Honduras. Com este golpe, Ortega está auspiciando um conflito grave e desnecessário, de proporções incalculáveis.


Do mesmo modo que ocorreu no caso de Zelaya, não se trata de uma iniciativa própria, senão que provém de Hugo Chávez, que pretende exportar seu modelo castro-comunista a toda a região, utilizando como alavanca os petro-dólares venezuelanos e as ameaças de agressão armada.

Não esperamos que a OEA se pronuncie a respeito, posto que Chávez controla a maioria dos votos dentro dessa organização multilateral; porém, confiamos em que o povo nicaragüense, inspirado no testemunho de seus vizinhos hondurenhos, impeça que Chávez se apodere de seu país resistindo com firmeza à pretensão expansionista do Socialismo do Século XXI.


Fazemos um chamado à opinião pública internacional para que rechace o golpe à Constituição que o sandinismo está perpetrando na Nicarágua.


Tradução: Graça Salgueiro